DIY | Faça Você Mesmo, Moda, Tendências

De volta aos anos 90!

30/09/2016

Uma forma de expressão bastante usada nos anos 80/90 está de volta: os PATCHES!

montagem-6
Eles começaram a ser usados como forma de expressão em uma década que buscou sempre a liberdade, principalmente quando se tratava de usar o que você bem entendesse.  E que se propagou até os anos 90, dando uma cara mais  pop, com cores mais vivas que deixava o look com um ar diferenciado. E recentemente eles voltaram como item de desejo total.

montagem-5
Sem contar nas diversas possibilidades que você pode ter, pois você pode colocar esses patches, seja em uma blusa de malha, seja em uma saia qualquer, em um colete, ou em uma bolsa. As possibilidades são inúmeras, basta usar a sua criatividade. Meu sonho é ter uma mala só de patches.

montagem-4 montagem-3 montagem-7
Em Friburgo, você pode encontrar os patches na Insanidade Jeans, que está usando e abusando dessa tendência, dando uma cara nova as suas peças de Jeans. E ainda por cima você pode customizar a sua.

montagem-8 montagem-9
Já na internet, você pode encontrar em vários sites, como o Objetiva Bordados, FatumEthus, Coletes SafariHipstapatch, Magá Moura, AliExpress, Ebay e muitos outros. São patches de diferentes estilos, sejam eles mais pop como os dos anos 90, ou seja ele mais rock, ou mais cool que remete os anos 80.

montagem-10 montagem-11
A ideia dos patches é também, de certa forma para você reutilizar aquela sua peça guardada no fundo do seu guarda roupa. Estilizando de um jeito diferente essa peça, dando uma cara nova, e sem gastar praticamente nada, ou muito pouco. E sem contar que ainda se torna uma peça exclusiva.

As vezes você pode não encontrar uma peça tão legal, com os patches exatamente que você queria, então aqui tem a solução para isso. Você pode fazer os seus próprios. Na internet existem tutoriais de como fazê-los. Não é difícil, basta você ter cola de tecido, uma tesoura, papel transfer, retalhos de tecido e um ferro de passar.

Olhem como é fácil nesse passo a passo aqui:

Você vai imprimir os desenhos no papel transfer (importante que eles estejam espelhados, -você pode fazer isso em qualquer programa de edição de foto que você utilize- pois na hora de passar pro tecido eles vão ficar na sua forma original).

montagem-12
Logo após, você corta o desenho e coloca ele em cima do retalho de tecido.

montagem-13
Então é só passar pro tecido (coloque o desenho virado para baixo no tecido e com o ferro de passar, deixe alguns segundos em cima do papel- não deixe muito tempo para não correr o risco de queimar) e corte novamente.

montagem-15
E voilà seu patch está pronto. Agora é só colar na sua peça de roupa, ou item que deseja. Você também pode costurar esse patch na sua peça.

montagem-16
Como eu prefiro, quanto mais patches, mais descolada sua peça vai ficar. Ouse e não tenha medo de usar e abusar!!!

montagem-2 montagem-1

Deixe um comentário aqui embaixo nos falando qual seu patch preferido, se você tem uma peça já com patches !

You Might Also Like

Comments

3 Comments

  • Reply Yasmin Graeml 30/09/2016 at 23:11

    Em uma das minhas viagens vi uma mulher com uma mochila neste estilo no aeroporto, cada um representava um lugar que ela tinha ido! Adorei a ideia, acho que vou fazer isso também! Já vou começar a comprar na próxima viagem!
    http://www.qualquerlatitude.com

    • Reply Raul Braga 30/09/2016 at 23:44

      Siim, também é uma ideia super legal !! De cada lugar que você visitar, um patch de lembrança e ir colocando na sua mala ou mochila, fica super original, e te faz lembrar dos momentos daquela viagem! É uma ideia ótima Yasmin! Mostre depois o resultado, quero ver depois! =D

  • Reply Keiko Tavares 24/11/2016 at 15:04

    Oi, tudo bem?
    Que ideias maravilhosas e inspiradoras, preciso de patches para dar mais brilho e cor nas minhas roupas. Acho que dá até para enfeitar as toalhas também né? Ainda não consegui encontrar onde moro, mais obrigada por nos dar uma segunda opção de como fazer.
    Parabéns pelo blog, beijos e um grande sucesso!

  • Leave a Reply